Liberdade e responsabilidade - Orientação para as eleições 2018


“Peço que vocês vivam de maneira digna da vocação a que foram chamados” (Ef 4.3).

Movidos a viver de forma digna da vocação em Cristo, como cidadãos engajados a favor do mundo que Deus ama, queremos motivar para participar das eleições que estão diante de nós. Acompanhamos perplexos as consequências desastrosas do nosso sistema corrupto de governo em todos as esferas, com raras exceções. Temos a convicção de que a corrupção e as ações criminosas na administração pública são uma grande parte da grave crise política e econômica do Brasil.

Entendemos que as eleições oferecem a cada cidadão e cidadã uma grande oportunidade de influenciar a composição do governo, tanto o executivo quanto o legislativo, e indiretamente o judiciário. Cremos que nossa esperança está no Filho único de Deus, Jesus Cristo. Somente nele se encontra a graça, a verdade
e a salvação eterna. Como instruição cristã nunca seremos apolítica, mas não seremos partidários. Nossa esperança não está num candidato ou programa político. Cremos também que a democracia, mesmo que sob a marca do pecado é a melhor forma de governo e se constui pela proposição de opiniões contrárias que dialogam e conversam honestamente, pautadas por valores inalienáveis à dignidade da pessoa.
Motivamos que cada qual examine com cuidado os candidatos que se apresentam.

Seguem algumas diretrizes que julgamos serem importantes:

Compartilhe